domingo, 9 de outubro de 2011

Segundo Ano, sanfona na música brsileira.

Post em homenagem ao meu padrinho. Meu pai lindo já ganhou homenagem aqui no blog, agora é a vez do padrinho, Edvaldo. Ele toca sanfona. Quando eu era pequena (e até hoje) ficava admirada o vendo tocar, eu ficava observando cada movimento, o abrir e fechar do fole, os dedos. Eu toco percussão, mas acho que no fundo eu queria mesmo era tocar sanfona! Te amo muito, padrinho, meu segundo pai!

Galera, vamos falar de musica brasileira agora. Mas antes, é importante que vcs entendam a influência de outras culturas na cultura brasileira. Influências culturais europeias e norte-americanas são encontradas em Kyrie,  da  Missa de  Réquiem (CPM 185), do Pe José Maurício Nunes Garcia (falei isso pra vcs em sala, Mozart influencia o Pe. José), Fado Tropical de Chico Buarque, Rock das Cachorras, de Léo Jayme, Você não soube me amar, da Blitz, Kaiowas, música do Sepultura.


Agora falando de cultura brasileira, a UnB cobra a música de várias regiões:

  • Nordeste: 
Musica: Feira de Mangaio
Compositor: Sivuca
Ritmo: baião

Esse primeiro video é bem legal, pois tem umas imagens que ajudam na interpretação da música, vejam:

Mas a UnB também pede a versão instrumental com o próprio Sivuca tocando, ta aqui:




  • Sudeste
Música: Forró Classudo
Compositor: Toninho Ferragutti




  • Centro-Oeste:
Música: Para Ti Ponta Porã
Compositor: Dino Rocha
Estilo: Chamamé 


Neste exemplo, vemos Dino Rocha tocando em um ambiente bem informal, o que é característico desses estilos:

  • Sul
Música: Milongas Para as Missões
Compositor: Gilberto Monteiro
Estilo: Milonga (estilo musical comum na América Latina e Espanha. Dela derivou o tango.)

Nessa música, a UnB cobra duas versões, a primeira interpretada por Renato Borghetti e a segunda, por Victor da dupla Victor e Leo. Está aí as duas versões:

Obs: Renato Borghetti toca gaita de oito baixos.




A obra dos sanfoneiros acima retrata a diversidade cultural brasileira, unida pelo  som  da sanfona,enfatizando, entre outras, a função artística e social da música. No tocante às manifestações artísticas brasileiras na contemporaneidade e aos significados das produções locais, bem como suas influências em nossa sociedade, há o exemplo da sanfona, do acordeom ou gaita e os diferentes usos na música regional brasileira. Seus agentes, compositores e intérpretes se   reconhecem e são reconhecidos como artistas e membros de um grupo social, identificados com uma região e com uma prática musical local cuja influência tem-se espalhado.

Leiam também esse texto sobre o acordeon:



Lembra que eu falei pra vocês sobre a aprendizagem musical? A UnB pode cobrar isso aqui:

É ainda senso comum acreditar que o talento é inato, ou obra divina. Porém, vale questionar: Será que qualquer um de nós não poderia aprender música em algum nível? A aprendizagem musical não dependeria mais do contexto cultural do que de outros fatores? Músicos como W. Amadeus Mozart (Missa de Réquiem K 626), Padre José Maurício Nunes  Garcia (Missa de Réquiem CPM 185), Dino Rocha (Para ti Ponta Porã), Sivuca (Feira de Mangaio), Renato Borghetti (versão, com ―gaita de oito baixos‖, de Milongas para as missões) e Vítor e Léo (versão, com guitarra e sanfona, de  Milongas para as missões), Toninho Ferragutti (Forró Classudo), Moreira da Silva (Subida do Morro) e Carmem Miranda (Disseram que eu voltei americanizada) são exemplos da  importância do contexto social na produção e na aprendizagem musical.

Curiosidades:

 Gente, agora vou colocar algumas músicas que NÃO cai na UnB, mas é muito legal vocês darem uma olhada porque tem a ver com as músicas citadas.

Eu não poderia deixar de colocar aqui uma música que eu gosto muito, muito, muito... como eu já disse, meu padrinho é sanfoneiro e eu amo ouví-lo tocar esta música, chama Mercedita. E nesse caso, o sanfoneiro é Dino Rocha, o compositor e intérprete de Para Ti Ponta Porã:

Mercedita, com Dino Rocha

Nessa próxima o video e audio não está bom, mas dêem uma olhadinha, porque tem dois músicos que vão cair no PAS:

Dino Rocha e Renato Boegetti

Essa é maravilhosa, dois grandes nomes da música brasileira: Hermeto Pascoal e Sivuca tocando a música Bebê. Eu tenho um carinho muito especial por essa música. Eu já toquei em um concerto lá na minha cidade, Uberaba, MG. Quando eu estava no segundo ano (ou no terceiro, agora não lembro...)

Hermeto e Sivuca - Bebê



Segundo Ano, Michael Jackson.

Gente, vimos a Billie Jean em sala de aula, né? Mas observem que as musicas do PAS muitas vezes são colocadas no contexto da sociologia, filosofia, literatura, interpretação de texto. Temas como midia, industria fonográfica são da área da sociologia, mas completamente ligada a musica. O CESPE pode cobrar isso de vcs:


A indústria fonográfica e sua influência na escuta dos indivíduos, seus gostos e
preferências musicais podem ser discutidos a partir de músicas como Billie Jean, de
Michael Jackson, Disseram que eu voltei americanizada, de Luiz Peixoto e Vicente
Paiva, cantada por Carmem Miranda, e  I dreamed a dream, do musical  Les
misérables, de Claude-Michel Schönberg, com orquestração de John Cameron e letra
de Herbert Kretzmer, cantada por Susan Boyle.

Ou fisica e sociologia:


Nesse período, na Europa, o avanço dos estudos da propagação de ondas
possibilitou a exploração das suas potencialidades, o que culminou na comunicação Objetos de massa do século XX  – rádio, televisão, internet e transmissões via satélites.  As
mídias atuais têm  se caracterizado como divulgadoras da música, seus produtos e
intérpretes. Michael Jackson (Billie Jean), Susan Boyle (I dreamed a dream),
Carmem Miranda (Disseram que eu voltei americanizada), Blitz (Você não soube
me amar) e Sepultura (Kaiowas) são exemplos de sucesso midiático

Gente, essas perguntas são importantes também, respondemos em sala, né?



Os elementos para uma análise musical, portanto, podem ser motivos/temas,
como no caso acima, ou efeitos sonoros, padrões rítmicos e instrumentos, por
exemplo. Qual seria a estrutura da canção Billie Jean, de Michael Jackson? O riff do
baixo, presente na introdução, é percebido nas demais seções da canção? Além
desse riff, existe outro material sonoro que chama atenção? Em que momentos esse
material aparece? Como ele aparece - sempre com a mesma intensidade, andamento,
no mesmo instrumento?

Vejam o video:
Billie Jean

Segundo Ano!!! Você não soube me amar

Oi gente, como prometido estou aqui para postar as musicas de vcs. So que estou em um computador que nao acentua as palavras, então, relevem a falta de acentuação. Eu vou colocar aqui algumas musicas que ficaram faltando analisarmos. Nesse post vou por musicas com letra.Prestem atencao, pois pode ter itens que pede a interpretacao das letras associadas aos livros que vcs tem que ler, olhem so:


Nas obras  Nu Feminino Deitado,  de Rafael Frederico,1896, Retrato de
Negro, de Luis Frederico da Silva, na série Metamorfose Cultural, de Nelson Screnci,
O Torso de Adele, de Auguste Rodin, Valentina,  de Vick Muniz, e nos objetos em
estilo Art Nouveau, no século XIX, bem como em músicas como Billie Jean -- Michael
Jackson;  Dizem que fiquei americanizada, interpretada por Carmem Miranda;
Subida do Morro, de Moreira da Silva,  Rock das Cachorras, de Léo Jayme,
interpretada por Eduardo Dusek; Você não soube me amar – música interpretada por
Blitz, Quereres, música de e interpretada por Caetano Veloso,  encontram-se exemplos dessa construção de ideias, valores e representações de si e do outro, bem
como de uma diversidade crescente


Na música, a crítica aos costumes e valores da sociedade pode ser observada
em Subida do Morro, de Moreira da Silva, interpretada por ele mesmo,  Fado
Tropical, de Chico Buarque;  Rock das Cachorras, de Léo Jayme, interpretada por
Eduardo Dusek, e  Você não soube me amar, da Blitz, interpretada pelo próprio
grupo.


A eletricidade transforma as fontes sonoras e possibilita o desenvolvimento de
novos instrumentos musicais e de uma nova estética, como se percebe nas músicas
Billie Jean,de Michael Jackson, Rock das Cachorras, de Léo Jayme, com Eduardo
Dusek, Você não soube me amar, da Blitz, Kaiowas, do Sepultura.

E pode cair também em tema de sociologia, olhem:

As mídias atuais têm  se caracterizado como divulgadoras da música, seus produtos e
intérpretes. Michael Jackson (Billie Jean), Susan Boyle (I dreamed a dream),
Carmem Miranda (Disseram que eu voltei americanizada), Blitz (Você não soube
me amar) e Sepultura (Kaiowas) são exemplos de sucesso midiático.

Bom, entao com vcs, o grupo que mexeu com a juventude dos anos 80 e ainda continuam influenciando:

Blitz!!!!!!


Blitz, você não soube me amar, 1982

Blitz, você não soube me amar, 2009

People, prestem atencao nas datas, o cespe pode querer falar das geracoes de jovens que curtem a mesma musica, ok?

Beijos,
vou continuar aqui postando....

Gelli

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Desculpas

Galera, eu sei que o devendo posts pra vcs. Amanhã eu vou fazer todo o esforço para postar todas as obras restantes. Para o primeiro, segundo e terceiro ano, ok? Pessoal do ALUB das unidades 910 Sul, 704 Norte e Taguatinga Sul, atualizem-se. Aula da semana que vem: resolução de exercícios. Galera de Taguatinda Centro e 704 (semestral) me mandem suas dúvidas.

Beijos,

Gelli